UOL Pan 2011 Vantagem prévia é insuficiente e Yane Marques é prata no pentatlo moderno - 15/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/15/vantagem-pequena-tira-concentracao-e-yane-marques-e-so-prata-em-guadalajara.htm
  • Vantagem prévia é insuficiente e Yane Marques é prata no pentatlo moderno
  • 19/04/2014
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Yane Marques sorri ao receber a medalha de prata do pentatlo moderno

Yane Marques sorri ao receber a medalha de prata do pentatlo moderno

15/10/2011 - 18h53

Vantagem prévia é insuficiente e Yane Marques é prata no pentatlo moderno

Bruno Doro
Em Guadalajara (México)

Yane Marques era favorita para o ouro. Quinta colocada no ranking mundial, ela defendia o ouro de 2007 e chegou à última prova do pentatlo moderno com 20 segundos de vantagem na primeira colocação. Mesmo assim, não resistiu à norte-americana Margoux Isaksen. O que seria o primeiro ouro, então, virou prata.

YANE DETONA A ORGANIZAÇÃO DA PROVA

  • Cris Bouroncle/AFP

    Yane Marques deixou a prova do pentatlo moderno no Pan de Guadalajara com a medalha de prata e muita reclamação. Ela não culpou os problemas pela medalha de prata, mas fez críticas a três das quatro provas que compõe a modalidade.

Foi a primeira atleta do Brasil a subir ao pódio. Antes dela, Márcio Wenceslau, do taekwondo, se classificou para as semifinais da categoria 58kg e garantiu medalha. O lutador, porém, perdeu o combate e ficou com o bronze após Yane conquistar a medalha de prata. Na natação, o Brasil também tem chances de medalhas.

CONHEÇA O PENTATLO MODERNO

O atleta que conquistar mais pontos na soma de todas as provas é o campeão.

As modalidades em disputa:

Esgrima - Os pentatletas se enfrentam entre si numa série de duelos com a espada. Todos enfrentam todos. Cada luta dura um minuto ou o tempo necessário para que o rival seja atingido.
Natação - 200m livre
Hipismo - prova de saltos com 12 obstáculos
Combinado de corrida e tiro - as atletas correm até um estande de tiro onde têm que acertar um determinado número de alvos para fazerem a corrida até a próxima distância.

Se ficou frustrada com a prata, Yane Marques pôde ao menos se contentar com o fato de conquistou em Guadalajara a vaga olímpica para Londres-2012, pois as quatro primeiras colocadas carimbaram o seu passaporte para os Jogos Olímpicos do ano que vem.

"O resultado foi merecido. Depois da esgrima, que ela me superou, eu já esperava, pois a prova combinada dela é muito mais forte do que a minha. Quando ela me passou eu sabia que não tinha mais o que fazer", se conformou a brasileira.

Ao contrário do Rio-2007, em que conquistou o título após um começo ruim e o quinto lugar na esgrima, a pernambucana de Afogados de Ingazeira dominou completamente a prova em Guadalajara. Foi segunda colocada na esgrima e a melhor na natação e no hipismo.

Com isso, largou para a prova combinada (corrida e tiro) com 20 segundos de vantagem sobre a concorrente mais próxima, Margoux Isaksen. Esse tempo, porém, não foi suficiente para a brasileira. Sua rival, especialista na prova combinada, conseguiu reverter a desvantagem para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar.

O dia, aliás, foi marcado por confusões da organização na divulgação dos resultados. No Club Hipico, todas as parciais divulgadas continham erros. Na esgrima, a norte-americana Isaksen teve uma vitória a mais do que o inicialmente publicado. Na natação, os tempos de Yane e de Usaksen foram trocados. E, no hipismo, Yane apareceu em segundo, após zerar o percurso, mas deveria ser a primeira, já que seu tempo foi melhor do que o da mexicana Thelma Martinez.

YANE MARQUES: SABÍAMOS QUE 20 SEGUNDOS ERA UMA VANTAGEM PEQUENA

  • Você é atual campeã pan-americana, era a melhor colocada no ranking mundial entre as inscritas. A medalha de prata é frustrante?

    Não, acho que foi um resultado justo. Ela fez uma prova como nunca. Jogou muito bem na esgrima. E a corrida dela é muito melhor do que a minha. Quando chegamos na corrida, sabíamos que seria muito difícil.

    O percurso da corrida foi ruim para você?

    O percurso estava muito duro e muito pesado. Eu sabia que a Margoux tinha uma corrida muito mais forte do que a minha. Para vencer, eu tinha de buscar no tiro. Mas tive problemas com a iluminação, o sol batendo na minha pistola, ficou ruim de ver o alvo. Quando ela me passou, era quase impossível passar ela novamente. E era, também, quase impossível alguém me passar também. Não ia mudar mais.

    Você falou em problemas na piscina. O que aconteceu?

    A água esta muito fria. Estava a 21 graus, tinha de estar, no mínimo, a 26. Mas os problemas que eu tive, todas elas tiveram. Não dá para reclamar. Foi justo.

Brasileiros no primeiro dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no primeiro dia do Pan de Guadalajara

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros