UOL Pan 2011 Locutor faz confusão, mas Poliana tem a prata confirmada e repete Rio-2007 - 22/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/22/em-final-confuso-poliana-repete-prata-na-maratona-e-campea-mundial-e-so-5.htm
  • Locutor faz confusão, mas Poliana tem a prata confirmada e repete Rio-2007
  • 23/09/2021
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Poliana Okimoto beija a medalha de prata após chegar na 2ª colocação da maratona

Poliana Okimoto beija a medalha de prata após chegar na 2ª colocação da maratona

22/10/2011 - 14h45

Locutor faz confusão, mas Poliana tem a prata confirmada e repete Rio-2007

Alexandre Sinato
Em Puerto Vallarta (México)

O Brasil conquistou neste sábado a medalha de prata na maratona aquática feminina dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Mas o locutor oficial da prova em Puerto Vallarta provocou uma confusão em relação à brasileira que subiu ao pódio. Poliana Okimoto foi a segunda colocada, repetindo a posição obtida quatro anos atrás no Pan do Rio. Entretanto, o locutor anunciou Ana Marcela Cunha como medalhista.

Brasileiros no oitavo dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no oitavo dia do Pan de Guadalajara

Como a prova de 10 km foi decidida no sprint final, com muitas nadadoras chegando praticamente ao mesmo tempo, os jornalistas embarcaram na confusão do locutor e questionaram Ana Marcela sobre a medalha de prata. A própria nadadora desfez a confusão, afirmando que tinha ficado em quinto lugar e que o pódio pertencia à Poliana Okimoto.

Mais uma vez o Brasil tinha grande esperança de título, com uma dupla forte, com Ana Marcela Cunha, campeã mundial este ano, e a veterana de 28 anos Poliana Okimoto, que já foi campeã da Copa do Mundo da modalidade. Ana Marcela é a atual campeã mundial na prova de 25 km. Entretanto, a vitória no Pan ficou com a argentina Cecília Biagioli. O bronze foi da norte-americana Christine Jennings.

"A água estava em torno de 31 graus, foi a água mais quente que já nadei. Desgasta muito, a gente perde muito líquido, aqui fora está um calor muito grande, perdi tempo nas hidratações. Eu tentava beber bastante líquido para recuperar um pouco, estava me sentindo mole, mas uma prata é sempre muito benvinda, estou muito feliz", disse Poliana após a prova.

No masculino, o Brasil não subiu ao pódio. Allan do Carmo ficou apenas na sétima colocação. O pódio teve ouro de Richard Weinberg, do Canadá, seguido respectivamente pelo norte-americano Arthur Frayler e o argentino Guillermo Bertola.

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros