UOL Pan 2011 Com trapalhadas da arbitragem, dupla brasileira conquista o bronze na chave mista do tênis - 22/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/22/com-trapalhadas-da-arbitragem-dupla-brasileira-conquista-o-bronze-na-chave-mista-do-tenis.htm
  • Com trapalhadas da arbitragem, dupla brasileira conquista o bronze na chave mista do tênis
  • 19/09/2021
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Ana Clara Duarte e Rogério Dutra ficam com o bronze nas duplas mistas do tênis do Pan

Ana Clara Duarte e Rogério Dutra ficam com o bronze nas duplas mistas do tênis do Pan

22/10/2011 - 02h25

Com trapalhadas da arbitragem, dupla brasileira conquista o bronze na chave mista do tênis

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A atuação dos juízes no tênis no Pan de Guadalajara já foi alvo de reclamação do brasileiro Ricardo Mello, eliminado nas quartas de final. No fim da noite desta sexta-feira, ela ganhou ainda mais força, após diversas trapalhadas dos árbitros na partida que valia a medalha de bronze nas duplas mistas. Apesar dos erros, os brasileiros Rogério Dutra Silva e Ana Clara Duarte conseguiram subir ao pódio após vencerem A. Perez/R. Recarte, da Venezuela, por 2 sets a 1, parciais de 7-6 (7-5), 5-7 e 11-9.  Assim, Rogerinho garantiu sua segunda medalha na competição - na chave de simples ele vai disputar o ouro neste sábado.

No primeiro set, as duas duplas confirmaram seus saques até o sétimo game, quando os brasileiros quebraram o saque rival e fizeram 4 a 3. Porém, no game seguinte os venezuela devolveram a quebra, confirmaram o saque e viraram a partida. Dutra/Ana Clara não sentiram o golpe e igualaram logo em seguida. O set foi para o tie break, que acabou com vitória brasileira. No terceiro game deste set, a insatisfação de Rogério Dutra Silva com a arbitragem ficou evidente. Após uma segunda bola duvidosa marcada contra, ele jogou a raquete no chão e foi tranquilizado por sua parceira.

Brasileiros no sétimo dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no sétimo dia do Pan de Guadalajara

Na segunda parcial, a primeira quebra aconteceu quando o  jogo estava 3 a 3. Perez/Recarte aproveitaram de muitos erros de Ana Clara Duarte no serviço e ficaram em vantagem. Com 5-4 à frente, os venezuelanos perderam a chance de fechar rapidamente o set, e deixaram os brasileiros empatarem. No entanto, a reação de Rogerinho e sua parceira parou aí. Perez e Recarte venceram os dois games seguintes e empataram a partida.

No super tie-break, mais trapalhadas da arbitragem. Quando o jogo estava 7-5 para a dupla venezuelana, Recarte mandou a bola na rede. O árbitro de cadeira, no entanto, marcou ponto para os adversários do Brasil. Após reclamação, o juiz voltou atrás duas vezes e deu o ponto para Rogerinho e Ana Clara, que conseguiram igualar em 7 a 7 e passar à frente. Neste momento, quem teria que sacar era a tenista brasileira, o que não aconteceu. Dutra Silva sacou e os venezuelos conseguiram o ponto, o que gerou confusão e muita reclamação dos membros da delegação do Brasil presentes na arquibancada.

Depois de o jogo ficar parado por quase quatro minutos, e a torcida local gritar "Fuera" (Fora) para o árbitro, o duelo foi reiniciado em 8 a 8. Mais concentrados, os brasileiros conseguiram fechar em 11 a 9. Mesmo com a vitória, Rogerinho deixou a quadra sem cumprimentar os árbitros e os tenistas adversários.  

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros