UOL Pan 2011 Atletas do levantamento usam 'espionagem' e fazem mistério antes do Pan - 07/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/07/atletas-do-levantamento-usam-espionagem-e-fazem-misterio-antes-do-pan.htm
  • Atletas do levantamento usam 'espionagem' e fazem mistério antes do Pan
  • 24/10/2020
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Fernando Saraiva usa sua 'rede de informantes' para se manter atualizado

Fernando Saraiva usa sua 'rede de informantes' para se manter atualizado

07/10/2011 - 07h05

Atletas do levantamento usam 'espionagem' e fazem mistério antes do Pan

Alexandre Sinato
Em São Paulo

Sabe aquele mistério que técnico de futebol adora fazer antes de jogo importante? No levantamento de peso acontece algo bem parecido. Os competidores travam um duelo psicológico à distância. Às vésperas de uma disputa importante, optam entre dois caminhos: ou escondem suas melhoras marcas ou divulgam algum bom desempenho. A estratégia varia de acordo com a preparação de cada um.

MISTERIOSO, MAS NEM TANTO

  • Wellisson Silva, que compete entre os que pesam até 77 kg, também evita dar maiores detalhes de sua preparação, mas ainda é um pouco mais aberto que Fernando. Wellisson já disputou uma Olimpíada, em 2008, quando machucou o joelho e não conseguiu um bom resultado.

    "No último Mundial fiquei em quarto lugar, com 317 kg no combinado, minha melhor marca. O cubano que é favorito está levantando um total de 335 kg. Acho que consigo chegar na casa dos 330 kg", revela Wellisson, de 27 anos.

“O levantador faz todo um jogo psicológico. Às vezes coloca um vídeo na internet para mostrar quanto está levantando justamente para pressionar o adversário, mas também muitas vezes esconde o jogo e não divulga sua melhor marca”, explica o brasileiro Fernando Saraiva.

O atleta do Pinheiros é um grande adepto dessa “batalha”. Com 21 anos, ele tem como melhor resultado na carreira os 385 kg levantados no combinado, sendo 175 kg no arranque e 210 kg no arremesso. A marca foi obtida no último Colegial Pan-Americano.

Às vésperas do Pan de Guadalajara, Fernando afirma que já superou sua melhor marca nos treinos. Quanto ele levanta atualmente? Impossível saber. O tom de mistério domina suas respostas. “Estou fazendo um treino bem forte. Vou tentar uma marca legal”. Confiante para brigar por medalha? “Muito, vai ser bom. Estarei muito bem na foto.”

O jovem não quer que seus principais concorrentes, mais experientes, tenham informações sobre seu desempenho. Novo no cenário profissional, Fernando projeta surpreender os principais nomes presentes no México. Ele diz que são quatro seus rivais mais poderosos, oriundos de Estados Unidos, Equador, Colômbia e Chile. “Não há favoritismo, estamos no mesmo nível.”

  • Com 132 kg, Fernando Saraiva tenta engordar e come arroz, feijão e fritas às 9h, no café da manhã

Descobrir informações dos oponentes também não é fácil. O mistério é compartilhado por todos. É aí que entra uma rede de informantes. Quem tiver as fontes mais bondosas e atualizadas leva vantagem.

“Dá para acompanhar alguns resultados de campeonato pela internet, por sites oficiais. Mas acabo sabendo mais coisas por amigos de outros países. Eles contam o que meus adversários estão fazendo e isso ajuda a montar minha estratégia. Sei do que eles são capazes”, avisa o brasileiro.

“Todos eles são mais velhos e têm mais bagagem, mas também já estou bem rodado, apesar de ser mais novo. Eles já estão segurando a onda e eu estou pronto para subir”, completa Fernando Saraiva, da categoria acima de 105 kg.

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros