UOL Pan 2011 Improvisadas após doping e doença caem na Libertadores da esgrima - 24/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/24/improvisadas-apos-doping-e-doenca-caem-na-libertadores-da-esgrima.htm
  • Improvisadas após doping e doença caem na Libertadores da esgrima
  • 17/04/2014
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Ana Beatriz Bulcão caiu nas oitavas na disputa do florete

Ana Beatriz Bulcão caiu nas oitavas na disputa do florete

24/10/2011 - 18h38

Improvisadas após doping e doença caem na Libertadores da esgrima

Roberta Nomura
Em Guadalajara (México)*

O regulamento da esgrima pode assustar, já que são várias disputas simultâneas e os competidores voltam várias vezes para o tablado. Mas o técnico brasileiro Alexandre Alves Teixeira encontrou uma definição para explicar o torneio: é uma espécie de Libertadores. As brasileiras Ana Beatriz Bulcão e Amanda Simeão entraram de última hora no florete individual do Pan de Guadalajara, passaram da primeira fase, mas caíram no mata-mata nesta segunda-feira.

Brasileiros no décimo dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no décimo dia do Pan de Guadalajara

Christine Botros e Taís Rochel seriam as representantes brasileiras na prova, mas não puderam competir. A primeira está com uma infecção urinária e não viajou para o México. A segunda foi cortada por testar positivo em exame antidoping. Taís alegou que teve uma crise forte de asma e precisou usar o medicamento Berotec, um bronco-dilatador.

Em seus lugares competiram Ana Beatriz Bulcão (que usa a mesma arma, mas só disputaria o florete por equipes) e Amanda Simeão (da espada). Na primeira fase, as duas se classificaram – haviam 18 atletas e duas foram eliminadas. “É como uma Libertadores. Teve a primeira fase com disputas de cinco pontos ou três minutos. Se houver empate é o saldo de toques que decide [diferença de toques dados por toques sofridos]. Nas oitavas de final é eliminatória. Perdeu está fora”, explicou o técnico Alexandre Alves Teixeira. No mata-mata, são 15 pontos ou 9 minutos.

Amanda Simeão avançou como a 16ª colocada – venceu apenas uma na primeira fase a avançou por causa de um toque a mais que conseguiu. Nas oitavas, foi derrotada pela venezuelana Mariana Gonzalez por 15 a 3. “O florete não é minha arma. Soube que ia competir ontem. Então, está bom”, disse a jovem de apenas 17 anos, que foi muito elogiada pelas pessoas que a encontraram no complexo esportivo.

Ana Beatriz Bulcão teve que enfrentar a mexicana Nataly Michel e a forte torcida da casa. A brasileira até equilibrou e endureceu o duelo, mas a anfitriã venceu por 15 a 12 e avançou. Agora, as duas se concentram na competição por equipes no Pan de Guadalajara.

*Atualizada às 19h33

 

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros