UOL Pan 2011 "O cara me deu um ippon. Está na competição errada", diz Marcelinho sobre confusão - 28/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/28/o-cara-me-deu-um-ippon-esta-na-competicao-errada-diz-marcelinho-sobre-confusao.htm
  • "O cara me deu um ippon. Está na competição errada", diz Marcelinho sobre confusão
  • 27/09/2021
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Marcelinho Machado fica no chão após princípio de confusão em Brasil x Estados Unidos

Marcelinho Machado fica no chão após princípio de confusão em Brasil x Estados Unidos

28/10/2011 - 07h00

"O cara me deu um ippon. Está na competição errada", diz Marcelinho sobre confusão

Bruno Doro
Em Guadalajara (México)

O fim da derrota do Brasil para os Estados Unidos (por 88 a 77) teve uma cena inusitada. Quando os norte-americanos já venciam por dez pontos, Marcelinho foi tentar marcar o armador Justin Dentmon e os dois acabaram rolando no chão.

SELEÇÃO ENCARA CLONE DE BEN WALLACE POR VAGA NA SEMIFINAL NESTA SEXTA

  • REUTERS/Andres Stapff

    Nesta sexta-feira, o Brasil volta a jogar, contra a República Dominicana, às 16h (de Brasília). O jogo vale a vaga para a segunda fase. E o rival tem uma arma: Jack Martinez, clone do pivô do Detroit Pistons Ben Wallace. “É a referência dominicana. Contra os EUA, fez 31 pontos. Hoje, marcou os pontos mais importantes do jogo [contra o Uruguai]. É um elemento que temos de levar muito em conta”, diz o técnico Rubén Magnano.

“Eu estava marcando, coloquei o braço e ele segurou. Eu falei ‘Não vou tirar’ e deixei. Aí ele me jogou por cima dele, deu uma cambalhota, sei lá o que ele fez. Não entendi nada”, conta o veterano brasileiro. “Ele achou que era judô, me jogou para o alto e me deu ippon”, completou, sorrindo.

A confusão causada pelo “golpe” do norte-americano mostra exatamente a estratégia dos EUA para bater os EUA. “O Brasil é um grande time, estavam muito bem nos primeiros dois períodos e sabíamos que precisávamos abalar o time deles para vencer. E conseguimos quebrar o ritmo de jogo deles com o lado físico, incomodando mesmo”, revelou o ala Donald Sloan.

O Brasil chegou a ter 17 pontos de vantagem, mas perdeu por 11. No último período, chegou a levar 14 pontos sem marcar nenhum. “O problema de jogar com os EUA é o físico. Eles são muito fortes e dominam quando você saiu um pouco do jogo. Eles fizeram muito ponto de contra-ataque, muitas cestas fáceis e isso vai minando o time. Psicologicamente também. A gente vem de 17 pontos, faz boas jogadas, mas erra. Aí, em três segundos, bandeja. Em cinco segundos, cesta. A diferença caiu muito rápido e depois disso não conseguimos mais nos encontrar no jogo”, explicou Marcelinho.

Brasileiros no décimo terceiro dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no décimo terceiro dia do Pan de Guadalajara

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros