UOL Pan 2011 Medalhas inéditas fazem Brasil sonhar com quebra de recorde no Pan - 28/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/28/medalhas-ineditas-fazem-brasil-sonhar-com-quebra-de-recorde-no-pan.htm
  • Medalhas inéditas fazem Brasil sonhar com quebra de recorde no Pan
  • 19/09/2021
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Ana Claudia Lemos foi a primeira atleta brasileira a ganhar os 200 m feminino no Pan

Ana Claudia Lemos foi a primeira atleta brasileira a ganhar os 200 m feminino no Pan

28/10/2011 - 01h10

Medalhas inéditas fazem Brasil sonhar com quebra de recorde no Pan

Do UOL Esporte
Em Guadalajara (México)

A marca de 52 medalhas de ouro conquistadas pelo Brasil nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (já excluindo as duas que a nadadora Rebeca Gusmão perdeu após ter sido flagrada no exame antidoping) parecia ser uma meta inatingível. Mas impulsionada por conquistas inéditas, a delegação brasileira já sonha em superar esse número em Guadalajara.

Nesta quinta-feira, o Brasil foi campeão em dois eventos que nunca havia subido ao topo do pódio. Fernando Saraiva conquistou o primeiro ouro brasileiro no levantamento de peso, enquanto Ana Claudia Lemos foi a primeira atleta do país a ganhar os 200 m feminino.

Somadas às vitórias de Tiago Camilo e Leandro Guilheiro no judô, Marilson Gomes dos Santos nos 10.000 metros do atletismo e de Diego Hypolito no solo da ginástica artística, o Brasil chegou ao final do 13º dia de competições com 39 medalhas de ouro.

Faltam, portanto, 14 ouros para superar o recorde do Rio-2007. E, apesar da dificuldade, nos últimos três dias de competições no Pan a delegação brasileira pode atingir o objetivo.

Algumas medalhas são consideradas quase certas, como as de Rafaela Silva, no judô, e Lucélia Ribeiro, no caratê. O mundo das lutas ainda pode render ouro com os judocas Leandro Cunha e Katherine Campos, os caratecas Douglas Brose, Jessica da Dalt e Valeria Kumizaki, e os boxeadores Yamaguchi Florentino e Robson da Conceição.

A ginástica também tem uma medalha quase certa. Em grande fase, Diego Hypolito é favorito a levar o ouro no salto. Daniele Hypolito pode surpreender na trave e no solo, enquanto Sergio Sasaki e Petrix Barbosa são azarões nas barras assimétricas e barra fixa, respectivamente.

No atletismo, as maiores apostas são nos 800 m, com Kleberson Davide, e nos 3000 m com obstáculos, com Sabine Heitling. Keila Costa, no salto triplo, corre por fora, assim como os revezamentos 4x100 m rasos masculino e feminino.

O hipismo também desponta como possível fonte de ouro. Com dois cavaleiros do porte de Rodrigo Pessoa e Doda Miranda, a chance de ganhar uma medalha na prova individual de saltos é enorme.

Além disso, a seleção brasileira é favorita em dois esportes coletivos.  No vôlei o Brasil já está nas semifinais e tem tudo para ganhar a medalha de ouro. No basquete, apesar da derrota para os EUA nesta quinta-feira, a seleção ainda é uma das candidatas ao ouro. O país pode surpreender e ganhar também na canoagem, esgrima, saltos ornamentais e rúgbi.

Brasileiros no décimo terceiro dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no décimo terceiro dia do Pan de Guadalajara

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros