UOL Pan 2011 Brasil fica recatado e EUA mostram assanhamento nos maiôs dos saltos ornamentais - 27/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/27/saltos-ornamentais-invertem-moda-praia-com-brasil-de-fraldao-e-eua-com-maios-cavados.htm
  • Brasil fica recatado e EUA mostram assanhamento nos maiôs dos saltos ornamentais
  • 27/09/2021
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Norte-americana Amy Withney Korthauer exibe maiô cavado nos saltos ornamentais

Norte-americana Amy Withney Korthauer exibe maiô cavado nos saltos ornamentais

27/10/2011 - 10h00

Brasil fica recatado e EUA mostram assanhamento nos maiôs dos saltos ornamentais

Roberta Nomura
Em Guadalajara (México)

Os biquínis brasileiros costumam chamar a atenção em praias internacionais. Os modelos normalmente são mais cavados e finos do que os gringos. Nos saltos ornamentais, os papéis se invertem. As atletas verde-amarelas optaram por ‘fraldões’ enquanto as norte-americanas deixam o conservadorismo das areias de lado e apostam em modelos que deixam as pernas bem mais à mostra.

Brasileiros no décimo segundo dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no décimo segundo dia do Pan de Guadalajara

“É engraçado isso. Mas é que o maiô cavado alonga a linha das pernas. Esteticamente fica bonito para o salto. Tem países que tem tradição e não usam. Eu particularmente não gosto”, explicou a brasileira Natali Cruz, que ficou na 12ª posição na plataforma de 10 m em sua estreia em Pan-Americanos. A jovem de 18 anos segue o padrão brasileiro e compete com um modelo mais largo.

Com uma peça intermediária, as mexicanas dominaram a prova. A musa e queridinha Paola Espinoza levou o ouro para delírio da torcida local, seguida da compatriota Tatiana Ortiz. A canadense Meaghan Benfeito completou o pódio. O maiô mais cavado pode ter efeito plástico nos saltos ornamentais, mas as norte-americanas Amy Korthauer e Amelia Cozad não foram bem na plataforma de 10 m e terminaram na nona e décima colocações, respectivamente.

A outra brasileira na prova teve desempenho um pouco melhor. Andressa Mendes terminou na quinta colocação. E com maiô comportado. “É mais confortável. Não gosto que ele entre e prefiro mesmo o fraldão”, falou a menina de 14 anos – mais jovem atleta da delegação brasileira em Guadalajara. Os saltos ornamentais seguem nesta quinta-feira com o trampolim de 3 m feminino e a plataforma de 10 m sincronizada masculina.

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros