UOL Pan 2011 Patinhos feios salvam o dia do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara - 26/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/26/patinhos-feio-salvam-o-dia-do-brasil-nos-jogos-pan-americanos-de-guadalajara.htm
  • Patinhos feios salvam o dia do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara
  • 27/09/2021
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Ginastas brasileiros comemoram conquista do ouro por equipes no Pan-Americano

Ginastas brasileiros comemoram conquista do ouro por equipes no Pan-Americano

26/10/2011 - 01h01

Patinhos feios salvam o dia do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara

Do UOL Esporte
Em Guadalajara (México)

O Brasil viveu uma história da carochinha nesta terça-feira em Guadalajara. Os patinhos feios da delegação se transformaram em cisnes e salvaram o dia do país nos Jogos Pan-Americanos. Rosângela Santos, no atletismo, e a equipe masculina de ginástica artística ganharam o ouro. Guilherme Toldo, na esgrima, ficou com o bronze. Em comum: o brilho inesperado.

Na pista de atletismo, ninguém apostava na medalha dourada de Rosângela Santos até a prova de classificação dos 100 m rasos na segunda-feira. Mas a atleta brasileira conseguiu um ótimo tempo e foi à final. Nesta terça, outra excelente prova, e a vitória.

Rosângela conseguiu o tempo de 11s22, o melhor de sua carreira. A marca a colocaria na final dos Jogos Olímpicos de Pequim, três anos atrás.

“Consegui minha melhor marca pessoal e fiquei a dois centésimos do índice olímpico (para os Jogos de Londres-2012). Mesmo quando você não está com muita confiança é preciso criá-la”, disse a campeã.

Rosângela se tornou assim a segunda brasileira a ganhar a prova dos 100 m rasos na história do Pan. Apenas Esmeralda de Jesus, nos Jogos de Caracas em 1983, havia tido essa honra.

Na ginástica artística, o feito dos meninos não tinha antecedentes. Diego Hypolito, Arthur Zanetti, Sergio Sasaki, Francisco Barreto, Péricles Silva e Petrix Barbosa ganharam a medalha de ouro por equipes, a primeira da história da ginástica masculina brasileira.

Acostumado a ficar sempre na sombra da ginástica feminina, o time masculino obteve um outro feito memorável. Afinal, a medalha foi a 1000ª do Brasil na história dos Jogos Pan-Americanos.

"É a milésima? Está vendo como a gente está importante? É bom porque mostra que a ginástica masculina não é só o Diego. Sempre disse que minhas medalhas nunca são só minhas. Mas hoje ficou claro que tem toda uma equipe muito jovem. O Brasil nunca teve tantos atletas do mesmo nível", disse Diego Hypolito, grande estrela da equipe verde-amarela. 

Em Guadalajara, de fato Diego dividiu o seu brilho. Sergio Sasaki teve um desempenho excelente e foi um dos maiores responsáveis pela conquista inédita. Como prêmio extra, ele se classificou para a final do individual geral e de três aparelhos: solo, cavalo com alças e barras paralelas.

Na esgrima, Guilherme Toldo brilhou sozinho. . Ele ficou com o bronze no florete e colocou o Brasil no pódio.

Se os patinhos feios viraram cisnes nesta terça, os cisnes tiveram também o seu dia de patinhos feios. Everton Lopes, primeiro brasileiro campeão mundial de boxe amador, perdeu a semifinal para o cubano Roniel Iglesias na categoria até 64 quilos. E a seleção brasileira feminina de basquete, que era favorita absoluta ao ouro, teve que se contentar com o bronze.

Brasileiros no décimo primeiro dia do Pan de Guadalajara
Brasileiros no décimo primeiro dia do Pan de Guadalajara

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros