UOL Pan 2011 Falta de cadeiras, pane no cronômetro e queda da internet ilustram condições ruins do Pan - 16/10/2011 - UOL Pan 2011
  • http://pan.uol.com.br/2011/ultimas-noticias/2011/10/16/falta-de-cadeiras-pane-em-cronometro-e-queda-da-internet-ilustram-condicoes-ruins-do-pan-de-guadalajara.htm
  • Falta de cadeiras, pane no cronômetro e queda da internet ilustram condições ruins do Pan
  • 27/11/2014
  • UOL Esporte - Pan 2011
  • Pan 2011
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Yane Marques penou na prova de esgrima com problemas técnicos

Yane Marques penou na prova de esgrima com problemas técnicos

16/10/2011 - 07h00

Falta de cadeiras, pane no cronômetro e queda da internet ilustram condições ruins do Pan

Do UOL Esporte
Em Guadalajara (México)

Marcio Wenceslau, do Brasil, e Damian Villa, do México, se preparam para disputar uma das semifinais do taekwondo no complexo esportivo Code 2. Na área reservada à imprensa, alguns jornalistas procuram cadeiras para sentar, mas não as encontram. O ambiente nem está lotado, mas os assentos disponíveis são insuficientes. Depois de alguma correria e muita discussão, aparecem algumas cadeiras e a confusão diminui.

LEIA MAIS SOBRE O PAN-2011:

O Brasil conquistou sete medalhas no primeiro dia de competições, porém o país também levou sustos com algumas das suas estrelas. Pela manhã, chegou a informação que Cesar Cielo precisou procurar o hospital depois de um leve mal-estar.

No final do dia, a ponteira Jaqueline, da seleção feminina de vôlei, se chocou com a companheira de equipe Fabi e deixou a quadra de maca. Os médicos afirmaram que a atleta teve uma concussão, porém passa bem e já conversou com os familiares.

Veja mais sobre os principais destaques do 1º dia de competições do Pan de Guadalajara

Problemas de estrutura como este têm sido vistos em diferentes instalações do Pan 2011. Na festa de abertura dos Jogos, o sistema de internet sem fio não funcionou, deixando centenas de repórteres e fotógrafos de braços cruzados, sem poder trabalhar.

No pentatlo moderno, os problemas estruturais afetaram atletas e jornalistas. Os primeiros nadaram numa piscina com temperatura abaixo do padrão para competições do gênero, tiveram que interromper a prova de esgrima por falhas no equipamento que sinalizava os pontos e, ainda, sofreram com a divulgação de resultados errados na natação.

 “Infelizmente tenho que falar que a organização não foi muito satisfatória”, disse a brasileira Yane Marques, medalha de prata na modalidade

Já os jornalistas tiveram dificuldades de encontrar cadeiras para sentar na área de imprensa e tomadas para conectar seus computadores. Na Vila Pan-Americana, aberta bem antes do início dos Jogos, os repórteres ficaram sem mesas até a última sexta-feira, quando finalmente foram colocadas.

Na natação, Daynara de Paula venceu sua série nas eliminatórias dos 100m borboleta, mas quando olhou para o placar viu o tempo de 1min24s55, não os 1min00s25 que marcou. “O placar não parou. Fiquei chocada”, contou após a prova.

Os repórteres também sofreram para acompanhar as provas de natação. O local a eles destinado não permite uma visão completa das disputas.

Na ginástica rítmica, a americana Shelby Kisiel teve que começar três vezes a sua apresentação. Nas duas primeiras, a música tocou por instantes e parou, obrigando a atleta a interromper o seu número.
 

Medalhas

  • País
    Ouro
    Prata
    Bronze
    Total
    EUA 92 79 65 236
    CUB 58 35 43 136
    BRA 48 35 58 141

Atletas Brasileiros

  • Veja o perfil dos atletas brasileiros